Acompanhamento das Ultimas Noticias sobre Prominp Petrobras Soldadores Concursos Cursos Mundo da Solda Empregos relacionados com soldagem


    Ainda Sobre o Processo TIG ou GTAW

    Compartilhe
    avatar
    Gilbertpink
    Admin

    Mensagens : 7
    Data de inscrição : 15/05/2009
    Idade : 51

    Ainda Sobre o Processo TIG ou GTAW

    Mensagem  Gilbertpink em Dom Mar 20, 2011 7:38 pm

    Ainda Sobre o Processo TIG ou GTAW

    GTAW é a sigla internacional que significa “gas tungsten arc welding”, ou seja Arco de Soldagem com Gás e Tungstênio.

    TIG é a abreviatura de “Tungsten Inert Gas”, como este processo ficou conhecido. Teve início em 1920, mas o seu desenvolvimento se deu com a Segunda Grande Guerra.
    Normalmente é um processo de soldagem que utiliza gás inerte, porém existe a possibilidade de se utilizar misturas “não inertes” em aplicações muito especiais.

    Não há formação de escória, o que permite boa visibilidade e consequentemente não existe o trabalho de remoção da escória entre os passes. É uma solda de acabamento.

    Pode se utilizá-lo numa grande gama e tipos de metais, com a maioria dos aços, incluindo os aços inoxidáveis, as ligas de níquel (monel e inconel), titânio, alumínio, magnésio, cobre, bronze e até ouro. Também é aplicável na soldagem de metais dissimilares.

    É largamente empregado para soldar alumínio e magnésio, que formam óxidos refratários e para metais reativos como o titânio e o zircônio.

    O GTAW funciona através do eletrodo de tungstênio ( ou liga de tungstênio ) preso a uma tocha. Por essa mesma tocha é alimentado o gás que irá proteger a soldagem contra a contaminação da atmosfera. O arco elétrico é criado pela passagem de corrente elétrica pelo gás de proteção ionizado, estabelecendo-se o arco entre a ponta do eletrodo e a peça. Em termos básicos, os componentes do GTAW são :

    1. Tocha;
    2. Eletrodo;
    3. Fonte de Potência;
    4. Gás de Proteção


    VANTAGENS

    1. Produz soldas de qualidade superior, geralmente livres de defeitos;
    2. Está livre dos respingos que ocorrem em outros processos a arco;
    3. Pode ser utilizado com ou sem adição;
    4. Permite excelente controle na penetração de passes de raiz;
    5. Pode produzir excelentes soldagem autógenas ( sem adição ) a altas velocidades;
    6. Utiliza-se de fontes de energia de baixo custo;
    7. Permite um controle preciso das variáveis da soldagem;
    8. Pode ser usado em quase todos os metais, inclusive metais dissimilares;
    9. Permite um controle independente da fonte de calor e do material de adição.

    PRÁTICAS DE SEGURANÇA

    Os principais tópicos a serem observados nos itens de segurança são:

    1. Usar sistematicamente o equipamento de proteção individual;
    2. Cuidados na manipulação de cilindros pressurizados;
    3. Evitar a aspiração de Gases tóxicos associados ao processo (ozônio, dióxido de
    nitrogênio, etc.), gases inertes de proteção ou fumos metálicos;
    4. Proteger-se da energia radiante, especialmente na pele e olhos (cuidados
    especialmente com UV, inclusive refletido pelas paredes);
    5. Proteger-se de choques elétricos.
    6. Evitar a aspiração de partículas radioativas quando da preparação de eletrodos com adição de Tório.

      Data/hora atual: Sab Jun 24, 2017 5:43 am